terça-feira, 18 de setembro de 2018

Vamos desenhar com... Paulo Mendes

Foi muito bom ouvir o percurso inspirador do Paulo durante a sua apresentação no Museu do Carmo e os mesmos conselhos repetem-se, o de praticar com insistência todos os dias para evoluir e os exemplos que mostrou bem provam esta tese! Eu não pratico todos os dias mas foi observando os desenhos do Paulo e a sua técnica com as luzes e sombras que evoluí um bocadinho nos meus e deixei de ter tanto medo de dar sombras.
Aqui ficam os registos da apresentação e do desafio: Transformar obstáculos em oportunidades.


 

sábado, 15 de setembro de 2018

O Gajo

O Gajo veio tocar ao Teatro Aveirense e eu fui ouvir, curiosa com a sonoridade da campaniça.
Daqui ficaram estes registos em que se nota onde andei às turras com a cabeleira dele eheh :p


sexta-feira, 14 de setembro de 2018

Jazz e Coro Cupertino

 Foi uma grande misturada de musica nesta noite! Já tinha previsto ir ouvir o coro polifónico ao Museu de Santa Joana quando anunciam já quase em cima da hora o festival Jazz, Sunset e meia ao ar livre com os Lokomotiv e a Maria João a seguir. Consegui assistir e desenhar os dois primeiros e no final da noite ainda deu para ouvir um pouco da surpreendente Maria João , mas a noite avançado já não permitiu desenhar :)



quinta-feira, 13 de setembro de 2018

Gil

O Gil também passa férias na casa das Minas, e que sorte a minha, posso desenha-lo sempre que quiser e da forma que me apetecer :)

Desta vez usei uma posca branca pincel sobre papel negro.






terça-feira, 11 de setembro de 2018

Praga

Nesta viagem não tinha grandes expetativas de desenhar muito, pois o meu tempo não podia ser muito diferente dos meus quatro companheiros de viagem. Mas entre levantar mais cedo, almoços prolongados e alguns imprevistos que levaram a horas mortas, lá consegui alguns desenhos mais ou menos rápidos. Os museus também serviram para registar alguns pormenores rápidos. Juntei-lhe colagens, conversas e memórias e acabei por fazer um pequeno caderno de viagem de que gostei muito, influências da minha companheira de viagem que faz isto como um hábito ;).

Aqui apenas mostro os desenhos conforme os fui fazendo. Grande parte dos desenhos, a grafite e a lápis de cor, foram feitos com os lápis da Koh-I-Noor, uma marca que já conhecia em Portugal pelos lápis mágicos multicoloridos mas que não fazia ideia serem uma marca Checa! Vai se a ver a marca tinha uma loja na rua do meu apertamento o que era uma tentação todos os dias :)

















domingo, 9 de setembro de 2018

A minha "Residência Artística"

A casa onde passei os primeiros anos da minha vida é o lugar ideal para uma residência artística, dá vontade de desenhar tudo e mais tempo ficava, mais desenhava.

Parte das minhas férias de verão foram aqui passadas, o calor era muito e retive-me pelos jardim da casa onde conde conseguia ter sombra. Levei um caderno concertina que tenho à algum tempo, sossegada e sentada talvez conseguisse desembaraçar-me com as folhas. Nunca me ajeitei a trabalhar com este formato mas a potencialidade gráfica é muito bonita. Lá me lancei mas o que pretendia apenas consegui fazer nas primeiras 4 páginas, depois ficaram como caderno aberto de duas páginas. Aproveitei para experimentar algumas técnicas diferentes consoante o tema e introduzir carimbos.
Bem mas ainda ficou metade por preencher e novas tentativas não vão faltar quando regressar à minha "residência artística" :)

caneta permanente e aguarela


caneta permanente e aguarela

caneta pincel 

caneta permanente e aguarela direta

grafite e águarela

caneta permanente e águarela

grafite aguarelável

segunda-feira, 3 de setembro de 2018

Casa das Minas

Uma pequena aguarela logo à chegada.

domingo, 2 de setembro de 2018

sábado, 1 de setembro de 2018

Barragem de Santa Luzía

Não sei quantas vezes já desenhei esta paisagem, mas não me canso :)


sexta-feira, 31 de agosto de 2018

Desenhos com o sobrinho

Ir ao parque com o sobrinho mais pequeno é sinónimo de desenhos :)