segunda-feira, 25 de maio de 2020

Marcadores silvestres

Tenho mesmo uma grande frustação de ainda não ter conseguido uma cianotipia de jeito, por isso continuo com estas imitações baratas :D
Mas o resultado fica bonito! Marcadores em papel de aguarela com desenhos de plantas silvestres que apanho nas caminhadas. Desta vez as plantas foram pintadas com ecoline branca sobre aguarela.
Foram todas para oferecer, para trocas entre amigos, é muito bom receber uns miminhos por correio :)





domingo, 24 de maio de 2020

Por Aveiro

O Sol já estava forte e infelizmente Aveiro não tem muitas sombras fara fugir ao calor, por isso os locais para desenhar reduziram-se às vistas desde as sombras que conseguia encontrar. Felizmente num dos meus locais preferidos, o Cais dos Botirões, aquele banco à sombrinha entre o nº 26 e 27 estava no sítio certo! 



sábado, 23 de maio de 2020

Desenhar no campo

Aqui ao lado pelo campo :)
Foi a 3 de Maio, logo depois do fim do estado de emergência, pela primeira vez, dividi o tempo da minha caminhada com um desenho dos campos repletos de flores silvestres, que tenho mesmo aqui ao pé de casa.




sexta-feira, 22 de maio de 2020

Plantas silvestres

Não tenho feito muitas publicações, um bocadinho por falta de tempo... coisa que não me falta agora, por isso vamos por os posts em ordem :)
Durante o estado de emergência tive uma semana de férias forçadas por altura da Páscoa e ao final do dia fazia sempre uma caminhada para desentorpecer os joelhos. Felizmente tenho uma zona campestre ao pé de minha casa e nesta altura cheia de lindas plantas silvestres. Não gosto muito de apanhar flores para as desenhar mas passar por elas todos os dias era uma tentação e parar para desenha-las estava fora de questão, por isso acabei por apanhar algumas e as tardes foram passadas a desenha-las e a fazer algumas experiências :)

Guache sobre aguarela

Aguarela e tinta acrílica sobre aguarela

Tinta acrílica sobre aguarela

tinta da china e aparos

Lixívia sobre guarela

Tinta da china colorida com aparo de bambú


segunda-feira, 18 de maio de 2020

Sombras

A brincar com as sombras e as transparências :)


segunda-feira, 6 de abril de 2020

Museu de plantas secas

Vou guardando plantas e sementes para ir registando no caderno e já há algum tempo que queria encher uma página com alguns deles. Agora com o fim de semana sempre em casa foi a altura certa e a proposta do Paulo Mendes na sua proposta de Web oficina encaixou mesmo bem :)

terça-feira, 31 de março de 2020

Lá fora dentro de casa

Olá a todos :)!
O que apetecia agora nestes dias de Primavera com um tempo tão bom, seria fazer uma oficina no exterior, com as plantas e flores de campo como tema. Nessa impossibilidade (excluindo quem tem a sorte de ter um jardim ou um terreno), vamos fazer de conta que estamos lá fora e desenhar o que temos em casa, como as plantas de vaso, frutas, legumes ou outros elementos que ache interessante, como uma coleção de objetos do mesmo tema.

O desafio é utilizar várias técnicas de representação de modo a explorar diferentes formas de interpretar o mesmo tema, conseguindo assim um registo com uma diversidade gráfica mais interessante.
As propostas são as seguintes, explora todos ou os que te derem mais gosto e bons desenhos:

Ex.: 1
Pinta uma mancha de aguarela de modo a ter representadas as cores da planta ou objeto a registar (neste caso o amarelo da flor e o verde das folhas). Depois de secar, desenha o elemento com as linhas de contorno, com mais ou menos pormenor.


Ex.: 2
Pinta só com mancha de aguarela a planta ou objeto, sem muita preocupação de ficar tudo no lugar ou com as formas bem definidas. Depois de secar, desenhar o mesmo elemento de modo a definir os contornos, a forma e os pormenores, mesmo que não coincidam com a mancha de cor. Não é necessário desenhar todas as formas.


Ex.: 3
Desenhar uma coleção de elementos soltos com mancha ou linha sem medo de sobrepor. Objetos a mancha com uma superfícia mais ampla e sem pormenores, e a linha qnando são mais recortados e ou prmenorizados.



Ex.: 4
Sobre uma mancha escura (de preferência azul) de aguarela, acrílico ou outro material, desenhar com tinta branca uma planta ou outro elemento. Quanto mais escura for a mancha de fundo melhor será o contraste. A tinta branca a usar tem de ser opaca como o guache, acrílico, caneta de gel ou lápis ceroso. O efeito é o de uma cianótipia (em que sobre uma superfície sensibilizada com uma solução própria, quando exposta ao sol, o objeto que ficar por cima deixa uma mancha branca com a sua forma, pois os ultra violeta não atuaram sobre a solução) mas como é falsa, pode-se fazer com mancha (lado esquerdo) ou o contorno (lado direito), conforme o tipo de planta ou objeto.




segunda-feira, 30 de março de 2020

Do entardecer ao pôr do sol

Fiquei curiosa por experimentar os céus da oficina do Pedro Loureiro mas apenas no domingo tive oportunidade de fazer umas experiências. Como o amanhecer e o meio dia não se pareciam com nada, esperei pelo entardecer e pelo pôr do sol, com as nuvens no horizonte as cores começaram a ficar magnificas...






segunda-feira, 16 de março de 2020

Desenhar em casa

As plantas cá de casa :) Com um fim de semana de recolhimento, a tarde de domingo foi assim passada.







domingo, 8 de março de 2020

Coimbra BD

O lançamento da BD "O Penteador"  do nosso colega PoSkiano Paulo J. Mendes, foi o pretexto para um encontro organizado pelo grupo MoSk, que nos juntou logo pela manhã junto à rotunda de homenagem ao Papa, em Coimbra. O aqueduto de São Sebastião e a sua envolvente preencheu-nos a manhã de desenho, isto depois de termos gastado metade para meter a conversa em dia :)
Da parte da tarde fomos para a Coimbra BD, onde nos esperava o nosso amigo para nos fazer um dedictória no tão esperado livro e ainda tivemos uma sessão de desenho de modelo organizada pelo Salão 40 de Coimbra. Um dia muito bem passado :)











O grupo da manhã


O livro do Paulo


O grupo da tarde