segunda-feira, 27 de abril de 2015

Dois jarrões de flores!

Domingo de chuva, lá se foi o workshop que estava programado para este dia, portanto fica-se mesmo por casa :) Tinha pedido à minha minha mãe para quando regressasse das Minas, trouxesse coisas secas para eu desenhar. Trouxe algumas secas, outras meio secas, mas muitas flores cheias de cor e tão bonitas :). A ideia era desenha-las com mais pormenor e rigor, mas este fim de semana não estive com vontade de olhar a pormenores e preferi fazer algo mais expressivo, com a ideia da cor e da vivacidade que cada conjunto. Optei por usar uma caneta azul pilot 0.4 para as flores vivas e a castanha para as secas.

 
 

quinta-feira, 23 de abril de 2015

"Chalet Suisso"

Este edifício lindíssimo, com uma morte lenta anunciada, guarda a memória de uma época de progresso e desenvolvimento que o caminho de ferro ofereceu à Pampilhosa, sendo em tempos considerada a segunda mais importante, pois era um ponto de cruzamento entre as várias linhas que ligavam o país. É uma estalagem construída no ano de 1886, o "Chalet Suisso", para hospedar os viajantes que aqui mudassem de comboio e tivessem de pernoitar.  Só por curiosidade, no jardim traseiro do edifício residia majestosa a mais alta palmeira da Europa, agora reduzida a um coto pois foi vitima da praga do escaravelho.


quarta-feira, 22 de abril de 2015

Em família

Ainda da Páscoa :) em família...

A minha mãe.
Caneta pincel de tinta da china

A sobrinha e os meus irmãos: " ó tia pareço um rapaz; pareço um estivador com essa barba; eu pareço sei lá o quê!" Pfff... que paciência :)

A minha mãe a dar de banho ao João. O João pintou os seus bonecos do lado esquerdo.

terça-feira, 21 de abril de 2015

Pampilhosa

Quinta quinhentista  na Pampilhosa, Mealhada, o aqueduto já é do séc XX, está enganado na descrição.




segunda-feira, 20 de abril de 2015

Lamego #2

Uma visita a Lamego para registar o presente de uma casa que terá um futuro promissor :)

 

 

sábado, 18 de abril de 2015

Teresa Salgueiro na Sé de Aveiro

A Sé de Aveiro encheu para ouvir este novo projeto de Teresa Salgueiro, Cânticos da Manhã e da Tarde. A antiga vocalista dos “Madredeus” interpretou alguns dos mais belos hinos da Liturgia das Horas da Igreja. Foi acompanhada por um acordeão de concerto (Marlon Valente) e por um contrabaixo (Óscar Torres), e teve a participação do Coro da Catedral.
Usei uma caneta pincel de tinta da china, perfeito para quando há pouca luz!





terça-feira, 14 de abril de 2015

Em Esgueira há casas muito bonitas... a morrerem lentamente!

Na rua José Luciano de Castro em Esgueira - Aveiro, a freguesia onde moro, existem moradias lindas, mas abandonadas e a morrerem lentamente. Uma delas é esta, pelos azulejos e ferro forjado suponho ser Arte Nova mas ainda não encontrei referências para poder confirmar a data ou nome. Está à venda desde que me lembro... ninguém a quer, é uma pena...

No mercado Cooletivo

Vizinhos e sócias :)


sexta-feira, 10 de abril de 2015

Desenhos partilhados

Um dos grandes prazeres que tenho é poder passar algum tempo com os meus sobrinhos, e desta vez aproveitei ao máximo o tempo disponível com o mais pequeno. Ele adora desenhar, emprestei-lhe um diário gráfico e pusemo-nos a fazer desenhos partilhados de objetos, ele desenha e eu pinto, eu desenho e ele pinta! Adoramos os resultados :)






quarta-feira, 8 de abril de 2015

Receitas desenhadas

Esta Páscoa tive tempo de fazer muitas experiências com o desenho, uma delas foi iniciar-me nas receitas desenhadas :) Entre a impaciência da minha mãe - "vá lá filha, que as claras não podem esperar!" - lá consegui fazer 2 receitas, a primeira não divulgo, que a minha mãe diz ser só da família, por isso aqui fica a segunda experiência, a bela baba de camelo :)

Workshop na Pampilhosa

Há muito para descobrir nesta vila, vamos percorre-la e desenhar o seu património que conta muito da sua história.